Experiências com o computador Magalhães na sala de aula

Áreas e perímetros: uma abordagem diferente

As noções de área e perímetro que começam bem cedo a ser trabalhadas no 1.º Ciclo, logo a partir do 2.º ano de escolaridade, são muitas vezes de difícil interiorização pelos alunos, apesar das inúmeras sugestões de actividades concretas sugeridas pelos manuais, que todos pomos em prática nas nossas aulas. Quem não incluiu nas suas planificações o cálculo de áreas e perímetros de capas de livros, de tampos de mesas, do quadro, da sala de aula, do campo de jogos, do canteiro do jardim?!…

São actividades importantíssimas que não devemos deixar de realizar. Contudo, também não podemos esquecer que o computador está na sala de aula e pode ser uma ferramenta muito útil para a abordagem destas noções. Construindo um quadriculado no programa Excel, os alunos podem representar figuras com um perímetro dado, criar figuras diferentes com o mesmo perímetro, representar figuras com uma dada área, criar figuras diferentes com a mesma área, etc. A maleabilidade do trabalho no computador e a perfeição que apresenta leva os alunos a preferi-lo à representação no papel quadriculado, produzindo mais trabalho, mais perfeito, levando os alunos a gostarem mais das suas produções, revelando-se mais criativos, igualizando oportunidades e resultados.

Exemplos de figuras geométricas desenhadas usando o Excel e o Paint

Frisos e padrões geométricos

A construção de um friso a partir de um dado padrão geométrico, geralmente apresenta dificuldades que os alunos por vezes não conseguem ultrapassar. Muitas vezes não conseguem reproduzir o motivo e outras vezes reproduzem-no correctamente as primeiras sequências e depois já não são rigorosos na sua reprodução. Por falta de atenção ou por falta de rigor no desenho ou na pintura do quadriculado, os “falhanços” são frequentes. Estas situações tornam-se embaraçosas e levam os alunos a desinteressarem-se por este tipo de actividade, apesar do reconhecido interesse pedagógico e da flexibilidade cognitiva que proporcionam.

Felizmente podemos recorrer ao computador para desenvolver tarefas relacionadas com estes conteúdos da ‘Matemática. Copiando o quadriculado que se faz no Excel ajustando a largura das colunas e altura das linhas para o mesmo valor e colando a grelha no Paint, os alunos podem criar um motivo, copiá-lo e colá-lo repetidamente, criando rapidamente um friso ou um padrão geométrico.

Os alunos dizem-nos que preferem fazer este trabalho no computador, porque é mais rápido e fica mais perfeito.

Frisos produzidos pelos alunos no Excel e no Paint

Padrão criado por um aluno com recurso ao Excel e ao Paint

Simetrias

Seguindo o processo descrito para os frisos e padrões, copiando um quadriculado do Excel para o Paint, facilmente os alunos criam uma figura e traçam um eixo de simetria, vertical ou horizontal ou até diagonal.

Exemplo de figura simétrica

Recorrendo às ferramentas de imagem, usando as funcionalidades de copiar, colar e rodar, não é difícil, no 4.º ano de escolaridade, levar os alunos a compreenderem que a simetria corresponde a uma rotação de 180º.

Desenho livre ou com tema sugerido

Os professores comentam frequentemente que os alunos não revelam gosto pelo desenho, que não são criativos, mas a minha experiência de utilização do Paint (aquele programa de desenho e pintura que vem com todos os computadores) com sucessivos grupos de alunos do 1.º Ciclo, na orientação do Curso Pequenos Artistas (www.nonio.uminho.pt/cursos/paint) permite afirmar que os alunos gostam de usar o programa quando são devidamente exploradas as suas ferramentas. No entanto, se não os acompanharmos na exploração das funcionalidades das ferramentas de desenho e pintura, os alunos tendem a começar por fazer um desenho com o “lápis” virtual tal como o fariam com o lápis real, no papel.

Como não é fácil o domínio do ponteiro digital com o rato do computador, em todas as direcções, as crianças acabam por desistir às primeiras tentativas porque a sua produção não tem o aspecto que pretendiam. Se, porventura forem alertados para o emprego de formas geométricas, linhas rectas e linhas curvas, para o uso de técnicas mais adequadas às ferramentas de pintura, poderão mudar muito o seu interesse e a qualidade das suas produções.

A Natureza

A montanha

Animais fantásticos

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: